Ajude nosso ministério. Compre produtos no Submarino por aqui.

04 julho 2008

:: [ POESIA ] :: CRISÁLIDA

Quando menina brincava com bonecas.

Quando jovem do irmãozinho cuidavas.
Quando mulher, para o amor desabroxou.
Com o desabroxar semente plantou;
Transformando-se em uma crisálida
Guardando a jóia rara,
De uma noite de amor.
A jóia lá guardada, é felicidade, é graça.
De repente a jóia rompe as paredes
E se faz presente
Na forma de uma criança.
Como um bruto diamante
Tem que ser lapidado, moldado
E essa é sua missão...
Acertando, as vezes errando,
Essa mulher brilhante, transmite sua luz.
Porque em seu coração
O amor de menina cresceu, enraizou,frutificou;
Demonstrando que o amor, a primícia de Jesus,
Esta presente todos os dias
Nos atos desta mulher, menina...
...Hoje minha MAMÃE!

José Roberto Perez Monteiro - serezeiro@bol.com.br

Um comentário:

Joyce Carla disse...

Eu achei lindo esse poema!!! ^^ deus abençoe.

... ...