Ajude nosso ministério. Compre produtos no Submarino por aqui.

24 julho 2006

:: [ CRÔNICA ] :: Não consigo imaginar amor assim.

Não consigo imaginar amor assim.
Como alguém pode amar a outro que não o respeita, não procura conhecê-lo, não se importa em agradá-lo, que vive evergonhando-o, entre outras coisas? Que dá o seu bem mais precioso, o qual está ao seu lado, em troca do perdão de tais pessoas pecadoras.
Meu Deus, como teu amor é infinito. Porém, meu pensamento nem meus olhos não são assim, pois não conseguem mensurar esse amor, que vai além dos limites da imaginação humana, dos olhos de qualquer homem ou mulher. Esse amor transcede o universo; o espaço e o tempo. Como eu poderia, se sou pó, terra... Apenas sei que em nenhum outro há amor assim; só em Ti.
Sei que somente através do teu Espírito, uma parte Tua dentro de mim eu posso agora visualizar tal sentimento, mesmo que seja uma partícula ínfima desse insondável amor. Então consigo agora enxergar no olhar do homem uma alma que precisa ser tocada e alcançada por Ti, Senhor.
Quantos precisam desse amor! Sim, eu sei. Por isso quero que todos conheçam o dono desse amor. Ah! Se todos se deixassem ser inundados por esse amor! Assim todos seriam totalmente felizes, livres, salvos do maligno e de si mesmos.
Como precisamos de Ti, meu Senhor.
Como precisamos do teu amor.

Um comentário:

Almyr disse...

Simplesmente lindo!!!!
realmente foi inspirado pelo Espírito Santo.

... ...